quarta-feira, 31 de março de 2010

(mais uma do tenista Belinha - vejam foto no blog xadrezdinobueno.blogspot.com - com a história do salim)

Carzeduardo comenta com sua esposa, a Bastiana:

- Muié, ricibi uma intimação da Receita Federar. Caí na máia fina!!! Ocê acha que devo cumparecê à odiência com o fiscar, de bota e carça de sirviço, pra parecê mais simpre, o di rôpa de saí, pra passá uma imagi de seridade?

- Home, vo dizê procê a mema coisa que mia mãe mi falô quando preguntei prela si divia di usá carcinha di renda ô di seda, na noite di núpcia.

- E qué qui foi que ela falô procê, muié?

- Ela falô: Tanto faiz! Ele vai fudê ocê... de quarqué jeito!

Captada e enviada pelo corretor de imóveis Braz Moreira...

Experiência Socialista
UM PROFESSOR DE ECONOMIA NA UNIVERSIDADE TEXAS TECH DISSE
QUE ELE NUNCA REPROVOU UM SÓ ALUNO ANTES, MAS TINHA UMA
VEZ REPROVADO UMA CLASSE INTEIRA.
ESTA CLASSE EM PARTICULAR TINHA INSISTIDO QUE O SOCIALISMO
REALMENTE FUNCIONAVA: NINGUÉM SERIA POBRE E NINGUÉM
SERIA RICO, TUDO SERIA IGUALITÁRIO E 'JUSTO'.

O PROFESSOR ENTÃO DISSE:
- "OK, VAMOS FAZER UM EXPERIMENTO SOCIALISTA NESTA
CLASSE.
Ao invés de dinheiro, usaremos suas notas em testes."

Todas as notas seriam concedidas com base na média da classe, e portanto
seriam 'justas.' Isso quis dizer que todos receberiam as mesmas notas, o que
significou que ninguém repetiria. Isso também quis dizer, claro, que ninguém
receberia um A...
Depois que a média das primeiras provas foram tiradas, todos receberam Bs.
Quem estudou com dedicação ficou indignado, mas os alunos que não se
esforçaram ficaram muito felizes com o resultado.
Quando o segundo teste foi aplicado, os preguiçosos estudaram ainda
menos - eles esperavam tirar notas boas de qualquer forma. Aqueles
que tinham estudado bastante no início resolveram que eles também se
aproveitariam do trem da alegria das notas. Portanto, agindo contra suas
tendências, eles copiaram os hábitos dos preguiçosos. Como um
resultado, a segunda média dos testes foi D.

NINGUÉM GOSTOU. Depois do terceiro teste, a média geral foi um F.

As notas não voltaram a patamares mais altos, mas as desavenças entre
os alunos, buscas por culpados e palavrões passaram a fazer parte da
atmosfera das aulas daquela classe.
A busca dos alunos por 'justiça' tinha sido a principal causa das
reclamações, inimizades e senso de injustiça que passaram a fazer
parte daquela turma.
No final das contas, ninguém queria mais estudar para beneficiar o resto
da sala. Portanto, todos os alunos repetiram...Para sua total surpresa.

O professor explicou que o experimento socialista tinha falhado porque ele
foi baseado no menor esforço possível da parte de seus participantes.
Preguiça e mágoas foram seu resultado.
Sempre haveria fracasso na situação a partir da qual o experimento
tinha começado.

"QUANDO A RECOMPENSA É GRANDE", disse ele, "O ESFORÇO
PELO SUCESSO É GRANDE, PELO MENOS PARA ALGUNS DE NÓS.

"MAS QUANDO O GOVERNO ELIMINA TODAS AS RECOMPENSAS
AO TIRAR COISAS DOS OUTROS, SEM SEU CONSENTIMENTO,
PARA DAR A OUTROS QUE NÃO BATALHARAM POR ELAS, ENTÃO
O FRACASSO É INEVITÁVEL."

O PENSAMENTO ABAIXO FOI ESCRITO POR ADRIAN ROGERS NO
ANO DE 1931 !!!

"É impossível levar o pobre à prosperidade através de legislações que
punem os ricos pela prosperidade.
Por cada pessoa que recebe sem trabalhar, outra pessoa deve trabalhar
sem receber.
O governo não pode dar para alguém aquilo que não tira de outro alguém.
Quando metade da população entende a idéia de que não precisa
trabalhar, pois a outra metade da população irá sustentá-la, e quando
esta outra metade entende que não vale mais a pena trabalhar para
sustentar a primeira metade, então chegamos ao começo do
fim de uma nação.
É impossível multiplicar riqueza dividindo-a."


Adrian Rogers, 1931
-------------------------

Não votei no "cara" e não votarei na "coroa"

UM COMUNICADOR DE RANCHARIA, PERTO DA QUENTE PRESIDENTE PRUDENTE...

Sinalizar esta mensagem

EDUCASSÃO-VALE A PENA LER

Quarta-feira, 31 de Março de 2010 10:34
De:

A Evolução da Educação


Antigamente se ensinava e cobrava tabuada, caligrafia, redação, datilografia...

Havia aulas de Educação Física, Moral e Cívica, Práticas Agrícolas,
Práticas Industriais e cantava-se o Hino Nacional, hasteando a
Bandeira Nacional antes de iniciar as aulas...

Leiam relato de uma Professora de Matemática:

Semana passada comprei um produto que custou R$15,80. Dei à balconista
R$ 20,00 e peguei

na minha bolsa 80 centavos, para evitar receber ainda mais moedas.

A balconista pegou o dinheiro e ficou olhando para a máquina
registradora, aparentemente

sem saber o que fazer.

Tentei explicar que ela tinha que me dar 5,00 reais de troco, mas ela
não se convenceu e chamou o gerente para ajudá-la.

Ficou com lágrimas nos olhos enquanto o gerente tentava explicar e ela
aparentemente continuava sem entender. Por que estou contando isso?



Porque me dei conta da evolução do

ensino de matemática desde 1950, que foi assim:

1.. Ensino de matemática em 1950:

Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.

O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda.

Qual é o lucro?



2. Ensino de matemática em 1970:

Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.

O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda ou R$80,00.

Qual é o lucro?



3. Ensino de matemática em 1980:

Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.

O custo de produção é R$80,00. Qual é o lucro?



4. Ensino de matemática em 1990:

Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.

O custo de produção é R$80,00. Escolha a resposta certa, que indica o lucro:

( )R$ 20,00 ( )R$40,00 ( )R$60,00 ( )R$80,00 ( )R$100,00

5. Ensino de matemática em 2000:

Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.

O custo de produção é R$80,00. O lucro é de R$ 20,00.

Está certo?

( )SIM ( ) NÃO



6. Ensino de matemática em 2009:

Um lenhador vende um carro de lenha por R$100,00.

O custo de produção é R$ 80,00.Se você souber ler coloque um X no R$ 20,00.

( )R$ 20,00 ( )R$40,00 ( )R$60,00 ( )R$80,00 ( )R$100,00



7. Em 2010 vai ser assim:

Um lenhador vende um carro de lenha por

R$100,00. O custo de produção é R$ 80,00. Se você souber ler coloque

um X no R$ 20,00. (Se você é afro descendente, especial, indígena ou

de qualquer outra minoria social não precisa responder)

( )R$ 20,00 ( )R$40,00 ( )R$60,00 ( )R$80,00 ( )R$100,00



E se um moleque resolve pichar a sala de aula e a professora faz com
que ele pinte a sala novamente, os pais ficam enfurecidos pois a
professora provocou traumas na criança.



Em 1969 os Pais do aluno perguntavam ao "aluno":

"Que notas são estas...???"

Em 2009 os Pais do aluno perguntam ao "professor":

"Que notas são estas...???"


***Essa pergunta foi vencedora em um congresso sobre vida sustentável:

Todo mundo 'pensando' em deixar um planeta melhor para nossos filhos...
Quando é que 'pensarão' em deixar filhos melhores para o nosso planeta?"

VAMOS ACABAR COM AS ASSINATURAS DO TELEFONE FIXO...

(inteligente convocação efetuada pela nova colaboradora Neide Ap.Fernandes Souza Souza)

VAMOS À LUTA!!!


LIGAR DE TELEFONE FIXO


CANCELAMENTO DE TAXATELEFÔNICA
Eu votei HOJE - deu certo (a atendente me perguntou de que maneira eu tinha sabido da votação - este país é uma piada mesmo).

- PELA INTERNET - Gente, isso é sério!
CANCELAMENTO DA TAXA TELEFÔNICA de: R$ 40,37 (residencial) e R$ 56,08 (comercial) Quando se trata do interesse da população, nada é divulgado.
*Ligue 0800-619619 e digite 1.
Espere para falar com uma atendente.
Diga que é para votar a favor do cancelamento da taxa de telefone fixo.
O Projeto de Lei é o de nº 5476.
Eles não sabem até quando vai à votação.

INTERESSE DE TODOS: cancelar a taxa do telefone. Esse tipo de assunto NÃO é veiculado na TV ou no rádio, porque eles não têm interesse e não estão preocupados com isso. Então temos de correr atrás, afinal quem paga somos nós!
*O telefone a ser discado (0800-619619, de segunda à sexta-feira das 8 h às 20h)
é da Câmara dos Deputados Federais.
Ligue para mudar esta situação.
Passe para frente esta mensagem para o maior número possível de conhecidos e amigos.
Não pague mais assinatura telefone fixo.
Será uma economia muito grande no final do ano..
LIGUE: 0800-619619 .
Vamos divulgar!!
Entrando em vigor esta lei, você só pagará pelas ligações efetuadas, acabando com esse roubo que é a assinatura mensal.
Este projeto está tramitando na 'COMISSÃO DE DEFESA DO CONSUMIDOR' na Câmara.
Quantos mais ligarem, maior a chance de acabar com mais esse absurdo.
Vamos lutar para que este projeto seja aprovado.
MUDA BRASIL


terça-feira, 30 de março de 2010

DEVE SER LIDO E BEM REFLETIDO... UM SABERLADINO REAL...

Curriculo Crônico

Terça-feira, 30 de Março de 2010 17:29
De:

CURRÍCULO CRÔNICO

No dicionário, currículo é o documento que relata a trajetória acadêmica, profissional e pessoal de alguém, atestando habilidades, competências, traçando seu perfil ao empregador.

Já a definição de crônica, ainda no Aurélio, é dada como um relato ou uma narração, de um pequeno conto, de enredo indeterminado, qual também pode envolver a vida de alguém.

Concordo com o Aurélio, mas prefiro as minhas próprias definições para as duas palavras:

Currículo é a versão teórica de tudo aquilo que fizemos na prática, exigido pelas empresas, e que pode definir uma contratação, muito mais pela forma, ou mãos, pela qual ele chegou ao responsável da vaga, do que propriamente por todo o seu conteúdo escrito.

Já a segunda, prefiro defini-la de forma um pouco mais extensa e prática, usando, igualmente, palavras de minha autoria, aproveitando a oportunidade de unir o meu currículo a elas, fazendo jus não só ao título e significado da mesma, como também a minha real situação atual de vida. Ou seja: Crônica! Fernando Ferrari.

Sou, mais um, publicitário, 30 anos, paulista de nascença e residência, formado na Faculdade Uninove (2003), pós-graduado na Universidade São Judas Tadeu (2008), que ficou desempregado em 2009, que continua em 2010, mas que não desiste nunca! Afinal, o país tem apenas 16 milhões de analfabetos e a culpa é do publicitário que criou este slogan!

Falando nisso, sobre idiomas, tenho português fluente, fator que deveria ser primordial em muitos casos e cargos; inglês intermediário, distante do To be; o italiano é avançado, com vivência no país e o francês é intermediário, sendo única herança familiar, além da dupla cidadania que oferece vantagens como poder usá-la no caso de vergonha da primeira opção.

Meu objetivo profissional é trabalhar. Independente do cargo ou função. Simples não? Não!

Pois num mundo que exige feedback, não tenho tido nenhum retorno sobre os meus currículos, tanto os entregues pessoalmente, nem enviados pelas famosas empresas on-line, que se cato eu bato, nem os mandados direto a e-mails de responsáveis, que vou sabendo.

Mas também é muita covardia, um assunto tão inútil como o meu, de entregar meu passaporte para um futuro emprego, ter que dividir espaço, em caixas de entradas lotadas, principalmente, de correntes, futebol e gols da rodada, além das importantíssimas piadas que, mesmo chegando bem depois, acabam sendo lidas bem antes. Parece até piada!

– Se eu quiser atenção, tenho que jogar o jogo! – Pensei. – Conhecer alguém, contar uma piada, entrar por trás, sabe como é!? Desculpe. Não me entenda mal. Não quis ser grosso!

Eu só quis dizer que descobri que para ser interessante não basta só oferecer, também temos que dar! Droga. Era para ser sério isso. A piada acabou acima. Vou voltar ao currículo.

Comecei a trabalhar em 1997, como Office-boy e por onde eu passo, aprendo alguma coisa.

Lá, aprendi que a cidade é tão grande que não é possível que hoje, não tenha nenhum lugar qual eu não possa trabalhar e exercer as habilidades adquiridas. Depois, de 1997 a 2000, trabalhei como Assistente Administrativo e Comercial numa empresa de telecomunicações.

Somos como uma esponja. E vamos assimilando os conteúdos que por nós vão passando.

Em 2001 tive minha primeira experiência como Estagiário numa agência de comunicação, Globalcomm, por um curto, e previamente estipulado, tempo, sem chances de efetivar, aprendendo na prática a teoria: Trabalhe naquilo que gosta e nunca mais precisará trabalhar.

Depois, de 2002 a 2003, trabalhei como Técnico em Desenvolvimento e Qualidade, na Asea Brown Boveri – ABB, indústria multinacional do segmento de robótica e tecnologia, desenvolvendo materiais didáticos, onde levei a lição de que independente do tamanho da empresa, você é apenas mais um número. Seja no crachá ou na folha de pagamento.

Ainda em 2003, por 5 meses, fui estagiário no Santander, no suporte às agências. E aprendi que, diferentemente do outro estágio tive duas alegrias: Quando entrei e quando sai! Porém, no mesmo, 2003 até 2004, tive uma micro-empresa, aberta no papel, usada para continuar prestando serviços de comunicação, por conta própria, para a ABB, a pedido deles mesmo.

Com esta experiência, pude sentir um pouco as dificuldades de um profissional autônomo e ver que ter uma empresa, pode ser como entrar em um vício, mesmo eu não tendo nenhum. Pois é fácil e até barato para começar e entrar, mas pode custar caro para sair e fechar. Além de o processo ser lento e poder te deixar louco. Fechei- a há tempos e estou limpo!

Por fim, pelo menos por enquanto, de 2005 a 2009 trabalhei numa empresa de consultoria em imigração, inicialmente na área administrativa, passando a ser Consultor e finalmente executando ações de comunicação e marketing, mas sem alterar o registro em carteira, para dar menos despesas a ela. Sonho com o mundo mais livre. Sonho com o mundo sem vistos!

Claro que por onde passei tudo importou. Das amizades feitas, as experiências adquiridas aos salários recebidos. E as observações acima foram mais para tornar, de certa forma, mais interessante e menos maçante, este currículo, diferente dos demais. Agradeço a todas! Sendo que no geral, pude desenvolver, em todas, atividades relacionadas à comunicação.

A história da esponja é uma verdade, pode perceber. E não vale só para o trabalho. Vale para tudo! Quer dizer, menos para te dar o direito de me chamar de Fernando Esponja. A piada acabou lá em cima, lembra? E o meu objetivo aqui é ver se meu CV interessa aí onde você trabalha, ou sirva para alguém que conheça e possa enviar como faz com as piadas.

Mas se ainda sim quiser me associar com a tal esponja, inclua na brincadeira, minhas habilidades adquiridas em cursos e certificações obtidas no SENAC em editoração eletrônica, softwares gráficos como InDesign, Illustrator, PhotoShop, Corel Draw, Técnico em Informática e um curso de HTML. Sem esquecer o principal: Minha situação crônica!

Situação essa que começou quando fui demitido do meu último emprego, em 11 de Setembro de 2009, aniversário dos atentados nos EUA, que desta vez abalou também as minhas estruturas, mas nem tanto. Pois, graças aos sinais, tive tempo de perceber a tempo, a situação que se formava, preparando a resistência e diminuindo o impacto sobre mim. EU.

Fiquei chateado, mas não caí. Afinal, depressão não combina com reação. Digo isso, mesmo quase tendo cortado o pulso! Mas não proposital! A culpa foi da lâmina de barbear, que por falta de grana não pude trocar, e que na hora de passar, quebrou e voou em mim, enquanto seguia o manual de marketing pessoal, brinde de outro site de empregos famoso.

Foi num desses sites também que li, que um bom currículo deve ter no máximo duas folhas. Pensando nisso, eu até poderia parar por aqui, pois já cumpriria o tamanho determinado, mas como os sinais também me mostram que meu currículo não é tão bom assim, somado ao fato de que isso também é uma crônica, vou me estender só mais um pouco. Prometo!

Pois preciso deste espaço para colocar meus dados de contato, como pede qualquer currículo; mencionar meu site www.sitedoferrari.blogspot.com onde fica meu portfólio com criações publicitárias, além de meus quatro livros já publicados, de forma independente e outros projetos que vou fazendo nos intervalos entre um trabalho e outro.

Também não poderia deixar de fora as habilidades, extracurriculares, que aprendi, como: Fazer malabarismo com pouco dinheiro, incluindo contenção e gerenciamento de despesas, exercitado ao extremo, neste período de vacas magras; além da capacidade de suportar e trabalhar, sob pressão, incluindo a de alguns familiares, mesmo não estando trabalhando.

E por fim, mas não menos importante, tenho que assumir que menti, quando disse que não tenho tido retorno de ninguém. Estou tendo sim. E muito! Retorno mensal das minhas contas, que não param de chegar, que não tiram férias, não me esquecem e nem tenho como demitir. Mas que pretendo logo acertar, já que não adianta brigar nem rasgar, pois são fiéis!

Além disso, quem vive me dando retorno, também, são meus planos e a minha vida. Que de lá da frente, dizem estar me esperando, torcendo e contando os dias para novamente serem realidades, colocados em prática. Além de dizerem que estão esperando que eu não fique como eles, parados, por muito mais tempo. Ajude-me a sair desta crônica, situação.

Fernando Ferrari - (11 8694-8916)

fffernandoferrari@gmail.com

ferrari.azonic@bol.com.br

segunda-feira, 29 de março de 2010

USANDO UM SUCESSO PARA HOMENAGEAR O VELHO AMIGO DO TEMPO DO RÁDIO AM...

(velho amigo e colega discotecário do bom tempo do rádio AM - Álvaro Augusto Garcia Novo - O GUTO - de várias rádios da região da baixa mogiana -mas que teve seu início junto com nós na rádio cultura de Mogi Mirim -no final da década de sessenta. Depois, nos substituiu, com excelente competência, na função de discotecário-programador.
Nessa letra - obra prima da nossa MPB - aproveitamos para homenageá-lo em mais este seu aniversário - dia 28 de março do ano de 2010.
Guto - que sua saúde seja restabelecida e que sua criatividade e bom gosto musical venham encontrar, o mais breve possível, um potente prefixo, para alegria daqueles que têm a sensibilidade à oitiva do melhor da nossa música e letra!)

- Salve!
- Como é que vai?
- Amigo, há quanto tempo!
- Um ano ou mais...
- Posso sentar um pouco?
- Faça o favor
- A vida é um dilema
- Nem sempre vale a pena...
- Pô...
- O que é que há?
- Rosa acabou comigo
- Meu Deus, por quê?
- Nem Deus sabe o motivo
- Deus é bom
- Mas não foi bom pra mim
- Todo amor um dia chega ao fim
- Triste
- É sempre assim
- Eu desejava um trago
- Garçom, mais dois
- Não sei quando eu lhe pago
- Se vê depois
- Estou desempregado
- Você está mais velho
- É
- Vida ruim
- Você está bem disposto
- Também sofri
- Mas não se vê no rosto
- Pode ser...
- Você foi mais feliz
- Dei mais sorte com a Beatriz
- Pois é
- Pra frente é que se anda
- Você se lembra dela?
- Não
- Lhe apresentei
- Minha memória é fogo!
- E o l´argent?
- Defendo algum no jogo
- E amanhã?
- Que bom se eu morresse!
- Prá quê, rapaz?
- Talvez Rosa sofresse
- Vá atrás!
- Na morte a gente esquece
- Mas no amor agente fica em paz
- Adeus
- Toma mais um
- Já amolei bastante
- De jeito algum!
- Muito obrigado, amigo
- Não tem de quê
- Por você ter me ouvido
- Amigo é prá essas coisas
- Tá...
- Tome um cabral
- Sua amizade basta
- Pode faltar
- O apreço não tem preço, eu vivo ao Deus dará
- O apreço não tem preço, eu vivo ao Deus dará
- O apreço não tem preço, eu vivo ao Deus dará

Música: Amigo é pra essas coisas
Autoria: Composição: Silvio Silva Júnior e Aldir Blanc
Vamos ouvir e curtir esta beleza...="344">

CIDADES IMPLODEM LOCAIS DE MERCADO DE DROGAS E SEXOS: EXEMPLO, CAMPINAS QUE IMPLODIU SUA ANTIGA RODOVIÁRIA....

Leitores dos blogs, deste e do xadrezdinobueno.blogspot.com - esperam que as autoridades mogimiranas, que desativaram o MERCADÃO CENTRAL, venham tomar alguma atitude, com a maior emergência, para desativar O MERCADÃO DAS DROGAS E SEXOS NAS RUÍNAS DO PRÉDIO DE UMA ANTIGA CONSTRUTORA NA AVENIDA PEDRO BOTESI.

ALGUNS POLÍTICOS TÊM QUE SER TROCADOS PELOS MOTIVOS QUE AS FRALDAS SÃO TROCADAS...


domingo, 28 de março de 2010

SALIM USANDO SEU SABERLADINO...

(humor agradável enviado pelo simpático casal: Maria do Carmo Costa Porto e João Porto)

O turco Salim chega ao banco e fala para o gerente:

- Eu quer fazê uma embréstimo!!!

Surpreso, o gerente pergunta para Salim:

- Você, Salim, querendo um empréstimo? De quanto?

- Uma real.

- Um real? Ah, isso eu mesmo te dou.

- Não, não! Eu querer embrestado da banco mesmo! Uma real!

- Bem, são 12% de juros, para 30 dias...

- Zem broblema! Vai dar uma real e doze zentavos. Onde eu assina?

- Um momento, Salim. O banco precisa de uma garantia. Sabe como é, são as normas.

- Bode begá meu Mercedes zerinha, que tá lá fora e deixá guardado no garagem da banco, até eu bagá a embréstimo. Tá bom azim?

- Feito!!!

Chegando em casa, Salim diz para Jamile:

- Bronto, nóis já bode viajá bra Turquia zem breogubazon. Conzegui dexar a Mercedes num garagem do Banco do Brasil bor 30 dias, e eu só vai bagá doze zentavos.

HUMOR LEVE E INTELIGENTE...

BEM CURTINHAS ...
(humor direto captado pelo turco - Flávio Jorge André - assíduo colaborador e leitor deste do xadrezdinobueno.blogspot.com)
A Juíza pergunta à prostituta: - Quando você percebeu que havia sido estuprada?
E a prostituta, secando as lágrimas diz: - Quando o cheque voltou!!!


A mulher entra num restaurante e encontra o marido com outra: - Pode me explicar o que é isto?

E ele responde: - Só pode ser azar!


Vizinha: - Fernanda, você está doente? Te pergunto porque eu vi sair um médico da sua casa, esta manhã...

- Olha, minha querida, ontem eu vi sair um militar da sua e nem por isso você está em guerra, não é verdade?


O analista: - Diga-me, por que motivo você quer divorciar-se de seu esposo?

- Meu marido me trata como se eu fosse um cão!
- Ele a maltrata? Bate em você?
- Não, quer que eu seja fiel!


A mulher diz, apavorada, ao amante: - Meu marido está chegando!

- E agora, o que eu faço?
- Pule pela janela!
- Mas nós estamos no 13o. andar!
- Agora não é hora para superstições!


Em Londres, marido e mulher sentam-se no restaurante e o garçom pergunta: - O que os senhores desejam?

- Eu quero um filé mal passado! - responde o homem.
- Senhor, tem certeza? E a vaca louca?
- Sei lá, pergunta aí pra ela...


Uma senhora vaidosa pergunta a um senhor sincero: - Que idade o senhor me dá?

- Bem... pelos cabelos, dou-lhe vinte anos, pelo olhar, dezenove, pela sua pele, dezoito, e pelo seu corpo, dezessete anos!
- Hummm, mas como o senhor é lisonjeador!
- Nada disso, sou sincero... Agora espere que vou fazer a soma.


Num dia de muito calor, o marido sai do banho pelado, chega pra esposa e fala: - Meu bem, está muito quente...o que você acha que os vizinhos vão dizer se eu for cortar a grama assim, completamente nu?

A mulher olha pra ele e responde: - Provavelmente, que eu casei com você só por dinheiro...

FAÇAM VALER SEUS DIREITOS... QUEM CONHECE ... SABE EXIGIR!!!

Juíza condena Unimed a pagar R$ 20 mil de indenização à paciente vítima de negligência médica
TJ-CE - 23/3/2010

A juíza titular da 13ª Vara Cível do Fórum Clóvis Beviláqua, Francisca Francy Maria da Costa Farias, condenou a Unimed Fortaleza Cooperativa de Trabalho Médico LTDA a pagar indenização de R$ 20 mil por danos morais à M.C.C.P., que foi vítima de negligência médica. A decisão da magistrada foi publicada no Diário da Justiça do último dia 18.

De acordo com os autos, no dia 5 de fevereiro de 2009, por volta das 19 horas, M.C.C.P. foi levada inconsciente para a emergência do Hospital da Unimed, onde deu entrada com sintomas de traumatismo craniano. No hospital, o médico que a atendeu constatou traumatismo cranioencefálico e estado de coma. No dia seguinte, a paciente foi operada.

M.C.C.P. ressalta, nos autos, que, apesar de usufruir do plano de saúde, a Unimed passou a cobrar-lhe pelos procedimentos e serviços hospitalares, como tomografias, implante e alimentação enteral.

A Unimed contestou alegando não ter havido ato ilícito, nem demostração de danos. A cooperativa ressaltou que "o plano de saúde da requerente foi contratado anteriormente à vigência da Lei nº 9.556/98". Acrescentou também que "o contrato da paciente ainda não foi regulamentado, pelo que entende excluir absolutamente o fornecimento dos materiais e procedimentos requisitados pelo médico".

No dia 10 de fevereiro de 2009, a juíza titular da 13ª Vara Cível deferiu o pedido de liminar feito por M.C.C.P., determinando que a Unimed realizasse de imediato o tratamento (exames, terapia, fisioterapia e fonoaudiologia) e fornecesse medicamentos e alimentação necessária.

Na decisão, a juíza destaca que "dúvida não resta quanto à materialidade do dano moral alegado pela requerente, diante da culpa da empresa promovida em negar cobertura ao referido procedimento, bem como quanto ao nexo de causalidade entre a indevida negativa e o respectivo dano moral reclamado".

NOSSA HOMENAGEM A ANIVERSARIANTE DE HOJE, DIA 28 DE MARÇO. JOARA É NOSSA GRANDE INCENTIVADORA...


Uma enxadrista bem familiar. Tem nome de campeã brasileira, ganhou alguns títulos enxadrísticos quando criança, no colégio.
Familiar - por ser nossa filhinha querida e amiga da Joara Chaves e se chama JOARA LETÍCIA BUENO - hoje - uma turista no universo das sessenta e quatro casas.
A JOARA - que divulgou nossa cultura por muito tempo no belo estado americano de IDAHO, passou numa universidade de lá, mas veio se formar em ciências jurídicas e em psicologia no seu querido BRASIL.
Nossa homenagem a quem adora várias modalidades esportivas: xadrez, natação, caratê e, ultimamente, dedicando-se ao tenis de campo.
"PRÁTIQUE ESPORTE, É SUPER SAUDÁVEL E FAZ EXCELENTES AMIZADES!"
Querida JOARA LETÍCIA BUENO - incentivadora de nossos blogs, deste e do xadrezdinobueno.blogspot.com - nosso eterno agradecimento. O melhor apoio vem de daqueles que estão ao nosso lado!

Em execução fiscal, prescrição se dá em cinco anos após citação da empresa, inclusive para sócios
STJ - 22/3/2010

Decorridos mais de cinco anos após a citação da empresa, dá-se a prescrição intercorrente, inclusive para os sócios. A observação foi feita pela Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ao negar pedido de reconsideração da Fazenda do Estado de São Paulo em processo de execução fiscal contra uma empresa de escapamentos.


No agravo de instrumento, a Fazenda alegou que o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) não poderia ter entrado no exame do mérito do recurso especial, pois deveria se limitar à análise dos requisitos formais de admissibilidade. Pediu, então, que o agravo fosse provido para que o STJ examinasse as razões do recurso.


Em decisão monocrática, a ministra Eliana Calmon conheceu do agravo de instrumento para negar seguimento ao recurso especial. "O redirecionamento da execução contra o sócio deve dar-se no prazo de cinco anos da citação da pessoa jurídica, sendo inaplicável o disposto no artigo 40 da Lei n.º 6.830/80, que, além de referir-se ao devedor, e não ao responsável tributário, deve harmonizar-se com as hipóteses previstas no art. 174 do CTN, de modo a não tornar imprescritível a dívida fiscal", considerou.


No agravo regimental (pedido de reconsideração dirigido ao colegiado), a Fazenda argumentou que o redirecionamento da execução ao sócio da empresa executada somente foi possível após o reconhecimento do seu encerramento irregular, sendo esse o momento da actio nata (nascimento da ação), relativamente ao redirecionamento da execução ao sócio responsável.


A Segunda Turma negou provimento ao regimental, corroborando a decisão da ministra Eliana Calmon. Após examinar, a relatora observou que a tese recursal da agravante de que se aplica ao redirecionamento da execução fiscal o prazo prescricional de cinco anos para a citação dos sócios, a começar da constatação do encerramento irregular da pessoa jurídica, não foi apreciada pelo tribunal de origem.


Segundo lembrou a ministra, não obstante a citação válida da pessoa jurídica interromper a prescrição em relação aos responsáveis solidários, no caso de redirecionamento da execução fiscal, há prescrição intercorrente se decorridos mais de cinco anos entre a citação da empresa e a citação pessoal dos sócios, de modo a não tornar imprescritível a dívida fiscal. "Mantém-se, portanto, as conclusões da decisão agravada, no sentido de que, decorridos mais de cinco anos após a citação da empresa, dá-se a prescrição intercorrente, inclusive para sócios", reiterou Eliana Calmon.

sábado, 27 de março de 2010

A INTELIGÊNCIA É PARA SER ADMIRADA E USADA...

(captado pela nossa inteligente seguidora e grande amiga contadora - Ivanilde A.Santos - que curte sua boa vida ao lado das belas praias do litoral sul. Leiam e deixem seu precioso parecer no setor comentário. Se houver acréscimo à beleza de texto, nós o publicaremos...)

HOMENS, SEGUNDO VINÍCIUS DE MORAIS

Os Homens.

Os homens bons, são feios.

Os homens bonitos, não são bons.

Os homens bonitos e bons, são gays.

Os homens bonitos, bons e heterossexuais, estão casados.

Os homens que não são bonitos, mas são bons, não têm dinheiro.

Os homens que não são bonitos, mas que são bons e com dinheiro, pensam que só estamos atrás de seu dinheiro.

Os homens bonitos, que não são bons e são heterossexuais, não acham que somos suficientemente bonitas.

Os homens que nos acham bonitas, que são heterossexuais, bons e têm dinheiro,

são covardes.

Os homens que são bonitos, bons, têm dinheiro e graças a Deus são heterossexuais, são tímidos e NUNCA DÃO O

PRIMEIRO PASSO!

Os homens que nunca dão o primeiro passo, automaticamente perdem o interesse em nós quando tomamos a iniciativa.

AGORA...

QUEM NESSE MUNDO ENTENDE OS HOMENS?

Moral da História:

" Homens são como um bom vinho. Todos começam como uvas, e

é dever da mulher pisoteá-los e mantê-los no escuro até

que amadureçam e se tornem uma boa companhia pro jantar "

ENVIE ISTO PARA:

MULHERES INTELIGENTES QUE PRECISEM DAR UMAS RISADAS...

E PARA HOMENS CAPAZES DE LIDAR COM ISSO!

'Mulheres existem para serem amadas, não para serem

entendidas.'

Vinicius de Morais

sexta-feira, 26 de março de 2010

SUGESTÃO DE QUEM CONHECE UM POUCO DA IMPORTÂNCIA DO JOGO DE XADREZ ...

Já se disse que o homem se distingue do animal porque compra mais livros do que pode ler. Gostaria de sugerir que a inclusão de alguns livros de xadrez ajudaria a tornar inconfundível a distinção.

Recebi essa educativa mensagem do amigo corretor que venho acompanhando seu sucesso, já previsto...


Nunca houve tantos miseráveis em carros importados, trabalhando em grandes escritórios, viajando de avião, saindo em capas de revistas. Quem é escravo dos seus pensamentos não é livre para sonhar.

A CADA ENCONTRO NOSSO DINO, ENTRE JOGADAS E VIRADAS DA VIDA, APRENDO MAIS E MAIS... PARABÉNS PELA PLENA EVOLUÇÃO ESPIRITUAL - HÁ PESSOAS QUE SE INCOMODAM COM A LUZ DOS OUTROS MAS COMO DIZ AQUELA ANTIGA FILOSOFIA QUE ANTE MEU MESTRE DE ARTES MARCIAIS ME ENSINOU : : -

A LUZ NÃO VEM ÀS TREVAS PARA ZOMBAR DELAS, MAS SIM PARA ILUMINÁ-LAS.

Ainda assim existem trevas que não a suportão. MAS NOVAMENTE PARABÉNS PELA LUZ QUE EMANA DE SEU ESPIRITO. VAMOS NOS FALANDO!
(O Rui Olegário Siqueira - nosso discípulo enxadrístico - gosta de exercitar a arte de pensar - tem bom senso, ajuda o próximo e já esta exercendo sua função de corretor de imóveis na região de Campinas, Americana e Sta.Bárbara do Oeste - no setor de condomínios de luxo e incorporações. É isso aí - quem ensina o que sabe, esta sempre aprendendo mais...
"O VERDADEIRO SABERLADINO: DIVIDINDO EMOÇÕES PARA SOMAR FELICIDADES!" Pois a feliciade não é uma casa de dois andares:já quem ninguém é feliz pisando em cima dos outros!)

1 comentários:

EMPREENDIMENTOS:disse...

Belas palavras mestre. Agradeço a consideração, mas tenho muito que aprender ainda.


terça-feira, 23 de março de 2010

VEJAM QUE IDÉIA GENIAL. VAMOS DISCUTÍ-LA!

(colaboração do dinâmico casal bem informado: Maria do Carmo Costa Porto e João Porto)

S E N S A C I O N A L

* Idéia de Rita Lee, no programa do Amaury Jr. A cantora e ativista Rita Lee
teve uma daquelas idéias brilhantes, dignas do seu gênio criativo.

Reclamando da inutilidade de programas como o Big Brother, A Fazenda, etc...ela
deu a seguinte sugestão:*

*'Colocar todos os pré-candidatos à presidência da República trancados em uma
casa, debatendo e discutindo seus respectivos programas de governo. Sem
marqueteiros, sem assessores,sem máscaras e sem discursos ensaiados.*

*Toda semana o público vota e elimina um. *

*No final do programa, o vencedor ganharia o cargo público máximo do país.

Além de acabar com o enfadonho e repetitivo horário político, a população
conheceria o verdadeiro caráter dos candidatos.

Assim, quem financiaria essa casa seria o repasse de parte do valor dos
telefonemas que a casa receberia e ninguém mais precisará corromper
empreiteiras ou empresas de lixo sob a alegação de cobrir o 'fundo de campanha'

'A idéia não é incrivelmente boa?*

*Se você também gostou, mande essa mensagem para FRENTE.

pela campanha:

Casa dos Políticos, já!!!
Até eu assistiria!!!

domingo, 21 de março de 2010

SABERLADINO DUMA EMPREGADA DOMÉSTICA...

Não Gosto Nada Disso: A patroa entra subitamente na cozinha e flagra a empregada colocando a mão dentro do pote de doce de abóbora.
- Eu não gosto nada disso! - advertiu ela.
- Ah, não? - perguntou a empregada - Ai, Dona Patroa... A senhora não sabe o que tá perdendo!

VÁRIOS MOTIVOS P/ UM BOM INVESTIMENTO...

Para um bom investimento imobiliário na praia, escolham com segurança o litoral norte: Caraguá. Aproveite esta oferta, cond. fechado, lotes a partir de 15 mil. Pequena entrada e suaves prestações. Prontos para receber sua construção. Consulte-nos (19)92338484/38063830. Imóveis sempre foram os melhores investimentos. Região de Mogi Mirim:compra,venda ou locação. Uma consultoria à sua disposição. Mais de 30 anos - vendendo para quem quer comprar e comprando de quem quer vender. Escolhendo a região de melhor valorização. Para temporada, venda e locação - praia, indicamos Caraguá, cartão postal do litoral Norte. Informação recente: com a chegada da petrobrás e as obras já em andamento. O governo Serra publicou, no começo do mes, no diário oficial, a concorrência para as obras da RODOVIA DO CONTORNO - EM CARAGUATATUBA. Esta útil rodovia, sairá da tamoios e passará atrás deste condomínio. Terá três túneis e 11 trevos, indo até o porto de S.Sebastião. Portanto, veja que oportunidade de investir numa região que esta tendo uma excelente valorização! Consulte-nos para compra, venda e troca de imóveis, mormente na região de Mogi Mirim, Poços de Caldas e Caraguatatuba

JÁ DIZIA MEU VELHO: EM BOCA FECHADA NÃO ENTRA MOSCA. Vejam o que o corretor de imóveis, Braz Moreira,leitor e seguidor dos blogs, nos enviou...

MULHER: Doutor, eu não sei o que fazer, toda

vez que meu marido chega bêbado ele me enche

de porrada.

Médico: - Eu tenho um remédio muito bom para isso. Quando seu marido chegar em casa embriagado, basta tomar meio copo de chá de camomila e começar o bochechar. Apenas bocheche e bocheche.

Duas semanas depois, ela retorna ao médico,
e parecia ter nascido de novo.

Mulher: - Doutor, sua idéia foi brilhante! Toda vez que meu marido chegou em casa bêbado, eu bochechei muitas vezes com chá de camomila e ele não me bateu.

Médico: - Você viu como manter a boca fechada ajuda?